Voo agrícola regulamentado

AIBA - Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia > Notícias > Notícias > Voo agrícola regulamentado

vooDepois de impasses ambientais, setor privado cria programa que certifica empresas de aviação agrícola.

A frota de aviões agrícolas cresce a passos largos no Brasil. Desde a última década, este número quase dobrou. Hoje são mais de 1,9 mil unidades registradas no país, conforme dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O aumento desse mercado, porém, acendeu um sinal de alerta para o setor, que agora entra na rota da regulamentação. Um programa promovido pela iniciativa privada, em parceria com instituições de ensino, promete certificar empresas que adotarem “boas práticas”.

Até o momento, 20 empre¬¬sas que têm licença para realizar esse tipo de serviço foram certificadas pelo CAS, menos de 10% do total. Atualmente, existem no Brasil 227 compa¬¬nhias nesse segmento. “Que¬¬remos que 75% do setor [170 empresas] receba essa certi¬¬ficação até 2017”, revela Ulis¬¬ses Antuniassi, agrônomo e professor da Universidade Es¬¬tadual Paulista (Unesp), que também atua na realização do programa.

O processo de certificação do voo agrícola não é obrigatório, mas promete retorno. “Ainda não mensuramos o re¬¬torno, até porque é muito recente, mas acredito que será um argumento para ganhar mercado”, afirma Bruno Vasconcelos, diretor executivo da Sana Agro Aérea, de Leme (SP), uma das empresas certificadas.

Fonte: Gazeta do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.