Inoculação em sementes com bactérias melhora o rendimento de grãos

AIBA - Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia > Notícias > Notícias > Inoculação em sementes com bactérias melhora o rendimento de grãos

sementesEstudo da Embrapa é considerado uma inovação tecnológica para a agricultura brasileira

Pesquisadores da Embrapa anunciaram os resultados de um trabalho que vai garantir maior produtividade para a soja e outros grãos produzidos no Brasil. Eles ampliaram a técnica de inoculação em sementes com bactérias, o que melhora o rendimento das plantas. O resultado deste novo estudo já é considerado uma inovação tecnológica para a agricultura brasileira.

No laboratório da Embrapa Soja de Londrina, os pesquisadores testaram durante cinco anos uma maneira para melhorar o rendimento da soja e do feijão no campo. A tecnologia chamada coinoculação foi desenvolvida em parceria com uma empresa de biotecnologia brasileira e já tem registro no Ministério da Agricultura.

Segundo a pesquisadora da Embrapa, Mariangela Hungria, o próprio produtor pode fazer o uso da nova tecnologia. Para isso, basta misturar as bactérias às sementes. São 100 mililitros para cada 50 quilos de semente, o que corresponde mais ou menos ao plantio de um hectare. A formulação pode ser líquida ou na turfa, uma espécie de solo químico. Com a turfa a mistura exige a adição de açúcar. A utilização destes microrganismos reduz o uso de fertilizantes químicos e deixa as plantas mais tolerantes a estresses ambientais, como a seca.

O pesquisador da Embrapa, Marco Nogueira, explica que os nódulos nas raízes indicam maior absorção do nitrogênio e mais benefícios para a planta. Na soja o ganho médio de rendimento chega a 16% em relação a planta não inoculada. No feijão a produtividade pulou para 19%.

Fonte: Canal Rural

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.