Operação Safra 2021/22 tem prisões e apreensão de armas no primeiro mês

AIBA - Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia > Notícias > Notícias > Operação Safra 2021/22 tem prisões e apreensão de armas no primeiro mês

Com o objetivo de reforçar a segurança nas regiões produtivas, e garantir a proteção da população rural e a redução de crimes também nas áreas urbanas, a Operação Safra foi lançada no final de setembro. Desde então, as forças de segurança têm atuado com reforço do contingente e programação mais ampla de rondas ostensivas. Os números foram divulgados, recentemente, pelo Comando Regional de Policiamento Oeste (CPRO), da Polícia Militar da Bahia, no relatório que faz o balanço parcial das ações empreendidas em todo o Oeste baiano.

Na 8ª edição, as equipes que estão a serviço da Operação Safra apreenderam 18 armas de fogo, abordaram 2.005 pessoas, inspecionaram 406 veículos de quatro rodas e 328 veículos de duas rodas, realizaram 1.559 visitas em propriedades rurais e averiguaram 497 estabelecimentos comerciais. No período, cinco pessoas foram apresentadas nas delegacias. Os 24 municípios atendidos se destacam pelo cultivo de soja, algodão, milho e café.

De acordo com o capitão PM Weber, o resultado neste primeiro mês evidencia que a Operação está sendo realizada de forma preventiva e, também, repressiva, para aqueles que insistem em circular nas áreas rurais à margem das leis. “O resultado é positivo, a nossa presença transmite mais segurança para os produtores, mesmo assim, devemos adotar posturas e meios que venham aumentar ainda mais a segurança nas propriedades rurais”, declara o oficial.

Para Luiz Stahlke, assessor de agronegócio da Aiba e coordenador da Operação, as ações têm ocorrido de forma plena, com patrulhamento em toda a região. Ele considera positivos os resultados do primeiro mês, que registrou significativa movimentação, com apreensão de armas e recuperação de veículos.

Jaborandi

De acordo com o relatório apresentado, as rondas no município de Jaborandi chamaram a atenção, devido à prisão de quatro pessoas e a apreensão de nove armas de fogo, efetuadas pela Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Cerrado. As armas encontradas nesta ocorrência são: três revólveres, uma pistola, três rifles, uma cartucheira e uma espingarda, além de 81 munições de diversos calibres e dois celulares.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.