Aiba e Parque Vida Cerrado promovem Oficina de Educação Ambiental

AIBA - Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia > Notícias > Notícias > Aiba e Parque Vida Cerrado promovem Oficina de Educação Ambiental

Representantes de cinco municípios discutiram ações do projeto de identificação, recuperação e preservação de nascentes

 

Pela segunda vez, a região Oeste da Bahia é palco para uma oficina de educação ambiental. O evento faz parte das ações do projeto de recuperação de nascentes e visa envolver as comunidades na iniciativa, que, além das medidas práticas, trazem à tona debates importantes para que pequenas ações cotidianas impliquem em grandes resultados. Promovida pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), em parceria com o Parque Vida Cerrado, a Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) e o Instituto Brasileiro do Algodão (IBA), a oficina, que aconteceu na última sexta-feira (23), na sede do Parque Vida Cerrado, reuniu representantes das entidades envolvidas e a população civil de cinco municípios da região, para um debate amplo.

A proposta para discutir ações sobre o projeto de identificação, recuperação e preservação de nascentes se deu de forma interativa, junto aos municípios de Barreiras, Jaborandi, Correntina, Formosa do Rio Preto e Wanderley. Com o intuito de promover uma ação de forma coletiva, representantes da Aiba, do Parque Vida Cerrado e dos municípios levaram as discussões em divisões de grupos, onde cada um pudesse delinear suas propostas, dificuldades e sugestões para fomentar melhorias individuais e coletivas para cada localidade.

A coordenadora de Educação Ambiental do Parque Vida Cerrado, Gabrielle da Rosa, conduziu toda a oficina com perguntas, estimulando os grupos reunidos e, a cada finalização da rodada (estimada num tempo de 20 minutos) os grupos alternavam para que todos pudessem interagir, de maneira diferente em cada pergunta, com seus argumentos e discussões. “A proposta é reunir os parceiros e municípios envolvidos para fazermos um momento de avaliação do que já foi feito, dentro das ações de educação ambiental, voltada às nascentes. Precisamos entender quais são as dificuldades e melhorias que cada município possui para que, entre eles, sejam trocadas essas informações, e os parceiros presentes hoje possam também ouvi-los de maneira a intermediar essas discussões, de forma que torne esse processo cada vez mais fácil e efetivo para cada representante dos municípios presentes”, relata Gabrielle.

Outra representante importante no encontro foi a secretária de Meio Ambiente de Correntina, Regina de Castro, que falou da importância da parceria entre o agricultor baiano, através da Aiba, e os municípios. “Nós abraçamos esse projeto de recuperação de nascentes com a melhor das expectativas. Nosso acesso entre as comunidades, através das associações é muito fácil e hoje acompanhamos todas as mudanças ocorridas após as propostas oriundas da educação ambiental. Esses encontros só reforçam a preocupação do produtor em preservar e educar ambientalmente os moradores locais”, reforça Regina.

Já Astrogildo Ferreira, que representou a Secretaria de Meio Ambiente de Formosa do Rio Preto, conta que o projeto desenvolvido com os parceiros Aiba, Abapa, Iba e Parque Vida Cerrado vem crescendo dentro do município, de maneira louvável, e avalia a necessidade de sequenciá-lo. “É um projeto que temos prazer em dar sequência. Através das aplicações de técnicas fornecidas, discutimos e partilhamos conhecimentos em cada encontro, tanto entre os profissionais de Aiba e do Parque Vida quanto entre os demais representantes de cada município. Temos trabalhos de recuperação de nascentes, em Formosa, que já estão gerando uma mobilização e uma credibilidade com a comunidade”, finaliza.

A proposta é que as oficinas ocorram trimestralmente e que essas ações sustentáveis só reforcem, através do cuidado com áreas de preservação, a adoção de boas práticas e a preocupação em não assorear as nascentes. A próxima edição ocorrerá entre os meses de setembro e novembro.

Ascom Aiba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.