Aiba dá largada contra os incêndios florestais com curso para pilotos agrícolas

AIBA - Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia > Notícias > 2022 > Aiba dá largada contra os incêndios florestais com curso para pilotos agrícolas

Teve início na manhã desta segunda-feira (15), em Luís Eduardo Magalhães, o maior curso para pilotos agrícolas em combate aéreo a incêndios em campos e florestas já realizado no Oeste Baiano. No auditório da Fundação Bahia, no complexo da Bahia Farm Show, as aulas teóricas foram iniciadas e o curso segue até a quinta-feira (18), na pista da Fazenda Agronol.

O vice-presidente da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Seiji Mizote, esteve presente na abertura do curso. “Muito importante para a Aiba organizar essa capacitação para treinar os nossos pilotos e aproveitar a capacidade ociosa das aeronaves nesse clima mais seco do ano, que também é o da entressafra. Hoje temos aproximadamente 80 aeronaves na região, e neste período em que o risco de incêndios florestais é extremo, esses equipamentos são fundamentais para auxiliar as brigadas de combate à incêndios, para atuar em áreas onde estão situadas as propriedades rurais”, declarou Seiji.

O curso é ministrado pela engenheira agrônoma, instrutora de aviação agrícola e de combate a incêndio, Mônica Sarmento e o piloto agrícola e de combate a incêndio, comandante Sepé Barradas. “Essa parte teórica é o alicerce do curso. É importante entender como o fogo existe e quais fatores interferem no seu comportamento. Depois é abordado sobre os agentes extintores, o padrão e localização dos lançamentos já na parte prática, e o treinamento termina abordando alguns conceitos, e sobre a eficiência do combate aos incêndios florestais com uso de aeronaves”,  afirma a instrutora Mônica, que abordou fundamentos, a exemplo das condições meteorológicas, como evitar a combustão, parâmetros meteorológicos, comportamento das chamas e partes de um incêndio.

A prática do curso acontecerá de terça (16) a quinta-feira (18) na Fazenda Agronol. Ao todo, 18 aeronaves foram inscritas para a capacitação. “Existe uma migração operacional muito grande de piloto agrícola para piloto de incêndios, é muito fácil transformar um piloto agrícola em piloto de combate a incêndio. E essa iniciativa da Aiba e produtores associados para formar uma brigada, é justamente para atender as propriedades rurais e atuar em casos nos quais um produtor não dispõe de aeronave agrícola, e desta forma, efetuar os combates evitando prejuízos econômicos e ecológicos”, explica Sepé. 

O evento contou com a presença de prepostos do Corpo de Bombeiros Militar, representado pela tenente Fabiana. Uma realização dos produtores rurais por meio do núcleo de Sustentabilidade da Aiba, através do projeto Agroplus, com apoio do Prodeagro, uma das propostas do treinamento é oferecer efetividade e alternativas de combate aéreo a incêndios em campos em florestas. 

“A temática é extremamente importante não só para região, mas para o Brasil, visto que durante esse período, entre os meses de julho a setembro a região Oeste, é acometida por inúmeros focos de incêndios. Além disso, a lei 14.406/22, permite o uso da aviação agrícola no combate a incêndios florestais, desde que atendam às normas técnicas definidas pelo poder público e sejam pilotadas por profissionais qualificados”, complementou o gerente de Agronegócio e coordenador do Agroplus Bahia, Aloísio Júnior.

Ascom Aiba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.