Aiba apresenta resultados de monitoramento da região Oeste da Bahia, em Subcomitê de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais

AIBA - Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia > Notícias > Notícias > Aiba apresenta resultados de monitoramento da região Oeste da Bahia, em Subcomitê de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais

Discutir as diretrizes e as ações que serão tomadas para fortalecer a prevenção e o combate a incêndios na região Oeste da Bahia foi o objetivo da reunião Subcomitê de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais do Programa Bahia sem Fogo, realizada na sede da Unidade Regional do Inema, na última quarta-feira (20). O evento contou com a participação de representantes da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), do Instituto de Meio Ambiente e de Recursos Hídricos (Inema), das secretarias municipais de Meio Ambiente da região, Corpo de Bombeiros, Prevfogo/Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (Car), Bunge, Yara, brigadistas voluntários e ONGs regional.

Na oportunidade, a Aiba apresentou os resultados das ações de prevenção e combate aos incêndios florestais desenvolvidas no último ano e o planejamento para o próximo período de risco de queimadas, que se estende até outubro. O Inema, o corpo de bombeiros, as prefeituras municipais e as brigadas falaram das ações realizadas em 2017, as diretrizes e ações para 2018. Em sua apresentação, a Secretária do Meio Ambiente do Estado da Bahia (Sema) mostrou as atividades desenvolvidas pelo Projeto Cerrado. Já o Prevfogo apresentou as ações realizadas no oeste e os resultados dos polos de atuação por parte da Aiba nos municípios de Luís Eduardo Magalhães, Barreiras e São Desidério.

O Analista Ambiental da Aiba, Eneas Porto, que apresentou os resultados das áreas monitoradas, ressalta que as ações de prevenção e combate aos incêndios florestais realizadas pelos produtores rurais através da Associação tem se somado aos esforços do Programa Bahia sem Fogo. “O planejamento e a prevenção são fundamentais para reduzir os índices de focos de calor e queimadas na região, assim como evitar os impactos ambientais e danos patrimoniais causados pelo fogo”, argumenta. 

Como facilitadores, conduziram o evento Saul Reis e Fabíola Cotrim, do Inema; e Pablo Rebelo, da Sema, onde foram apresentados encaminhamentos para fortalecer as atividades das diferentes instituições e dos membros do Subcomitê, assim como a perspectiva de ampliação das parcerias, para prevenção, monitoramento e combate.

A Aiba dispõe de um “GUIA DE BOAS PRÁTICAS PARA PREVENÇÃO DE INCÊNDIOS EM PROPRIEDADES RURAIS”, que poderá ser consultado através do seguinte endereço eletrônico http://aiba.org.br/wp-content/uploads/2017/10/Folder-Queimadas.pdf.

 

Ascom Aiba

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.