Aiba | Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia - Com ajuda dos agricultores baianos, Casa de Apoio Barnabé inaugura novas instalações - Aiba | Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia

Com ajuda dos agricultores baianos, Casa de Apoio Barnabé inaugura novas instalações

Publicado em: 13/11/2019 10:27:08

 

A Casa, que acolhe pacientes em tratamento, familiares e acompanhantes que não residem em Barreiras, investiu em uma nova lavanderia e a compra de insumos para proporcionar melhor conforto aos necessitados.

 

“Fazer o bem, sem olhar a quem”. O velho provérbio é o princípio de atuação da Casa de Apoio Barnabé, que acolhe pessoas em tratamento, bem como seus familiares e acompanhantes que não residem em Barreiras e não têm condições de pagar hospedagem e alimentação. Para tanto, a entidade conta com a ajuda mais que especial de uma categoria que muito tem contribuído para o progresso social da região: os agricultores.

Através do Fundo para o Desenvolvimento Integrado e Sustentável da Bahia (Fundesis), os produtores rurais praticam a solidariedade. O Fundo destinou à Casa Barnabé aproximadamente R$ 72 mil, por meio do edital 2018/19. Com este valor, foi possível construir e equipar a nova lavanderia, além de adquirir climatizadores, mesas, bebedouro e até um carro. O intuito é proporcionar um ambiente mais aconchegante e humanizado, além de facilitar o deslocamento das pessoas atendidas, proporcionando mais conforto e agilidade ao tratamento, muitas vezes bem doloroso.

Durante a inauguração simbólica do novo cômodo e equipamentos, nesta segunda-feira (04), a assessora da presidência da Aiba, Rosi Cerrato, ficou emocionada ao ver como o recurso do Fundesis está sendo bem empregado. “Sabemos que as pessoas precisam de recepção e acolhimento digno. E o produtor está sempre preocupado e pronto para ajudar, seja qual for o tipo de ação social. De creches e hospitais até casas de acolhimento, sou tomada pela emoção em cada edital aprovado pelo Fundo e cada participação em inaugurações dessas instituições contempladas. Vejo o quanto é importante as doações, seja qual for o valor”, avalia.

O edital do Fundesis foi o divisor de águas para a Casa Barnabé, que foi contemplada pela primeira vez. A coordenadora da instituição, Eliane Magalhães, lembra que a doação chegou no momento certo. “A Casa tem apenas 18 meses e ainda temos muito o que crescer e agregar. Sou extremamente grata a essa categoria por tudo que ela vem fazendo por nós. Tudo o que foi comprado tem um papel importante para dar conforto e viabilidade aos que chegam até aqui, precisando de pouso e apoio”, ressaltou Eliane.

E foi através desse acolhimento fraternal que o residente do município de Paratinga, Valdair Santos, chegou até a Casa de Apoio Barnabé. “A Casa tem me dado um conforto não apenas físico, mas também espiritual. Estou acompanhando meu primo, em tratamento na Unidade de Terapia Intensiva no Hospital do Oeste há 17 dias, sei o quanto ficamos vulneráveis psicologicamente. Aqui fiz amigos e sou bem acolhido, com segurança e apoio moral. Assim nos sentimos mais fortes e preparados para enfrentar o ambiente hospitalar, com mais positividade para lidar com nossos familiares que passam por situações delicadas”, conclui.

O Fundesis é mantido através das doações realizadas pelos produtores rurais associados à Aiba em parceria com o Banco do Nordeste. Em 13 anos, foram investidos cerca de R$ 4,7 milhões em mais de 124 projetos sociais da região. Uma verdadeira “semente de efeito multiplicador”, como define a coordenadora do Fundo, Makena Thomé, ao lembrar que mais de 60 mil vidas já foram transformadas direta e indiretamente com ações do Fundesis.

Sobre a Casa de Apoio Barnabé – Localizada no bairro Vila Amorim, a entidade integra um projeto gerido pela Associação Presbiteriana de Barreiras, onde presta assistência e abrigo, a aproximadamente 30 pessoas, além de alimentação aos acompanhantes e pacientes carentes que não residem na cidade, mas que realizam tratamento nos hospitais locais. Desde junho de 2018, os registros são de 628 pessoas acolhidas e 11.200 refeições distribuídas.

Ascom Aiba