09 de março de 2021

Viveiro da Uneb recebe equipamentos e insumos do Instituto Aiba

Iniciativas sem fins lucrativos, dedicadas às áreas ambiental e social, são frequentemente impactadas pela escassez de recursos a serem aplicados em suas atividades. Para manter o funcionamento, buscam parcerias e doações. É assim que se mantém o Laboratório de Produção de Mudas da Universidade Estadual da Bahia (Uneb), que desde o início de sua operação, conta com parceiros como o Instituto Aiba (Iaiba), Fudeagro, Abapa, Aiba e Naandanjain.

Nesta quinta-feira (04) mais uma ação foi realizada pelo Instituto Aiba em favor da produção de mudas para reflorestamento de áreas degradadas. Os donativos são compostos por equipamentos como: carrinho de mão de pneu maciço, pá ajuntadeira de bico, tesouras para poda e 500 saquinhos para as mudas. Além disso, 100 quilos de insumos – de cloreto de potássio e super fosfato simples, divididos em partes iguais – também foram doados.

Essas ações contribuem, também, para a manutenção da carga hídrica dos aquíferos, beneficiada pelo aprofundamento das raízes de novas plantas, que perfuram o solo e fazem as águas das chuvas chegarem ao lençol freático. Quanto maior o número de árvores, maior a capacidade de recarga por esse meio.

O Laboratório, também chamado de ‘viveiro de produção de mudas’, tem entre seus propósitos, o fornecimento de mudas de árvores nativas para o projeto de Recuperação de Nascentes do oeste da Bahia, iniciativa que desde 2018 investiu cerca de R$ 800 mil para identificar, diagnosticar, catalogar e cuidar de nascentes em toda a região. Esse projeto está entre os finalistas do Prêmio ANA, que terá os vencedores anunciados no dia 22 de março, Dia Mundial da Água.

Os materiais doados foram entregues pelo diretor financeiro da Aiba, Hélio Hopp, ao lado do analista ambiental da entidade, Aloísio Bezerra. Pela Uneb, compareceram ao ato de entrega, o diretor do Campus IX, Joaquim Neto, o coordenador do Laboratório de Produção de Mudas, Fábio Oliveira, e Robério, zelador do viveiro.