21 de junho de 2022

Parque da Bahia Farm Show recebe estrutura do segundo maior Rally do Brasil  

Considerado o segundo maior do Brasil, o 8º Rally Jalapão, que tem aproximadamente 1.400 quilômetros de percurso e passa por dois estados brasileiros, teve início das atividades oficialmente nesta terça-feira (21) com serviços de vistorias. No parque da Bahia Farm Show, no município de Luís Eduardo Magalhães, foi montada uma estrutura de suporte às 110 equipes participantes. A prova vale pontos pela terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country.

A largada, de Luís Eduardo, na quarta-feira (22) em direção ao município de Mateiros (TO), marca a primeira etapa. A segunda etapa será em Mateiros a São Félix do Tocantins, na quinta-feira (23). A terceira etapa será em São Félix do Tocantins na sexta-feira (24). A programação segue até o dia (25) com retorno de São Félix do Tocantins e chegada onde tudo começou, na capital baiana do agronegócio. 

“Esta é a quarta edição que o Rally tem largada aqui em Luís Eduardo Magalhães, atendendo ao convite dos 20 competidores deste município. É um evento realizado com muita organização e responsabilidade. É o segundo maior do país e um dos maiores da América Latina em percurso, dias de evento e número de participantes. A partir desse, muitos competidores já se preparam para o próximo que é o Rally dos Sertões em agosto. Agradecemos aos nossos parceiros, a Aiba que cedeu este espaço para a montagem da estrutura de apoio, a prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, que deu todo suporte e também as prefeituras de Mateiros e de São Félix”, destacou o organizador do evento, Henrique Arena.

Boa parte do percurso contempla estrada de areia. Desde a segunda-feira (20), o parque da Bahia Farm Show, foi aberto à visitação do público que pôde conferir a exposição de motos, quadriciclos, UTVs e carros. “A cada prova é sempre uma emoção. A região proporciona muito isso, saltos, travessias de rios. Já participei de cinco edições do Rally do Jalapão. Já competi na categoria de moto, de UTV e nas três últimas edições competi com carro e venci as três. A gente tem o auxílio do navegador que ajuda bastante. Muita adrenalina, vontade de acelerar e de fazer o melhor possível”, revelou o piloto Marcos Baumgart.

O evento conta com a supervisão da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) e da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM). No sábado (25), acontece a prova final com retorno a Luís Eduardo Magalhães e a cerimônia de premiação.

 

Ascom Aiba