Fomentar e fortalecer o agronegócio baiano. É isso que nós fazemos.

Sobre a AIBA e o Agronegócio no Oeste da Bahia

O progresso do polo produtivo do Oeste baiano confunde-se com a estruturação e com a evolução da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba). Fundada em 1990, com 16 associados, a entidade figura hoje como a principal entidade representativa da região, reunindo mais de 1.300 produtores e representando cerca de 95% da força de produção em 2,25 milhões de hectares plantados.

Ao longo dos seus 30 anos, a Aiba construiu uma história exitosa, similar à da própria região. Determinada a enfrentar todos os desafios que se apresentam para manter o seu desenvolvimento com sustentabilidade, na área de abrangência, o seu quadro social também cresce, graças às suas ações firmes e consistentes.

Seu trabalho extrapola o sucesso institucional, intangível, e mostra resultados práticos, memoráveis e fundamentais para a sustentabilidade do produtor. Importantes vitórias e conquistas foram alcançadas, como a suspensão da cobrança do Fundo de Assistência e Previdência do Trabalhador Rural (Funrural).

Estamos presente onde se faz necessária a ação pelo desenvolvimento do Oeste e do agronegócio baianos, reconhecida e chamada para tanto também pelos órgãos públicos. Obstáculos antepostos à atividade produtiva não esmorecem o seu fôlego e a sua garra: mostra-se consciente de que o show de desenvolvimento precisa continuar, para o bem da região, do Estado e do País, e mesmo do mundo, que clama pela produção do campo para se sustentar.

Outros êxitos foram registrados no plano jurídico e nos campos logístico, ambiental, social e de comercialização, em gestões nas esferas públicas e financeiras e na integração de ações, com as forças locais e regionais. Basta mencionar a ativação do Fundo para o Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Oeste da Bahia (Fundesis), entre tantos outros, que culminaram em eventos reveladores da expressão do desenvolvimento regional, como a Bahia Farm Show.

Os três pilares da AIBA

Promover o desenvolvimento do agronegócio no estado da Bahia de forma integrada, sustentável e socialmente responsável, atendendo às necessidades dos associados.

Ser identificada por todos os seus públicos como uma associação sólida, confiável, que fomenta o conhecimento e impulsiona o desenvolvimento e o bem estar social. Manter o status de entidade que trabalha para a difusão da imagem positiva do agronegócio da Bahia em todos os mercados.

Transparência, ética, sustentabilidade e visão de futuro como linhas-mestras para estabelecer relacionamentos duradouros com as comunidades nas quais nos inserimos ou que nos cercam.