22 de julho de 2021

Preparação para o Hackathon da Aiba teve mais de oito horas de conteúdo online

 Uma sequência de quatro transmissões, ao vivo, pelo canal da Aiba no YouTube, trouxe amplo conteúdo sobre sustentabilidade na cadeia produtiva da soja. A série, que teve oito horas de debates e palestras, compõe a preparação para o Hackathon do programa Aiba LAB, um evento que vai promover o desenvolvimento de ideias inovadoras para fomentar, ainda mais, o agronegócio sustentável. O último ato, antes de iniciar a competição, foi realizado na noite desta quarta-feira (21), com o tema: “Incentivo e inclusão financeira dos produtores em mecanismos que contribuam para a sustentabilidade”.

A convidada para participar do painel propriedade rural, Carolina Zuttion, falou sobre os “Desafios e barreiras para o produtor, quanto aos mecanismos financeiros” e indicou o caminho para que os participantes do Hackathon sejam bem-sucedidos. “A melhor maneira de construir e trazer uma solução para a cadeia da soja, é entender exatamente o que pensa o produtor, a cultura dele, não apenas a operação. É na cabeça do produtor que está a chave, e é ele que vai assinar o cheque e dizer sim ou não”, afirmou a gerente comercial e sucessora do Grupo Zuttion que, além de diretora da Aiba, é agrônoma com vasto currículo acadêmico, como o curso na universidade de Memphis (USA) e MBA em Gestão Estratégica de Empresas pela Pecege-Esalq.

Em seguida, Monica Vianna assumiu o painel tecnologia, para falar dos “Desafios e a realidade das startups de agronegócio”, com base no estudo de caso da SØLLYTCH, startup de rastreabilidade e Compliance Ambiental. “Para você empreender nunca considere a sua solução como uma coisa definitiva. Você nunca pode ter paixão pela sua solução, pelo que você quer propor, e sim pelo problema que você quer resolver. Isso nos deixa sempre abertos a ouvir os problemas, para depois alinhar melhor a nossa solução”, enfatizou a profissional que atua como CEO da empresa em análise e é pesquisadora da UFRJ, com formação em biologia e doutorado em química.

O painel inovação tratou das empresas que desenvolvem produtos financeiros digitais, como diferencial em relação às empresas tradicionais. O tema “Fintechs e cases de startups”, foi apresentado por Klaus Kaiser Apolinário, líder de produtos de inovação da InovaBra, com mais de 20 anos de experiência em tecnologia e implementação de projetos transformacionais. O profissional, especializado em gestão de projetos transformacionais pela ACN (Canadá), falou sobre a experiência vivida em instituições como NZGov, Rabobank, O Boticário, Volvo, Coca-Cola e HSBC.

Para finalizar a imersão, o gerente de sustentabilidade da Abiove, Bernardo Pires, discorreu sobre “Gestão da propriedade rural, mecanismo de incentivo e práticas dos participantes”. O dirigente destacou o conjunto de ações sustentáveis realizado em propriedades de todo o Brasil, por meio do Soja Plus, e anunciou uma novidade para o agricultor participante do programa. “Iremos assinar no dia 02 de setembro de 2021, um termo de cooperação com o Banco do Brasil, e o produtor que participa desse programa vai receber crédito diferenciado quando for acessar o financiamento. Estamos muito contentes em anunciar que o produtor vai ter um benefício econômico nessa parceria”, comemorou Bernardo.

 

Terminando o prazo de inscrições

As inscrições para o Hackathon ainda estão abertas e são gratuitas. O prazo termina amanhã, dia 23 de julho. Visite o site aibalab.org.br e saiba mais sobre os desafios e o regulamento. A Aiba, o Senai Cimatec e o Land Innovation Fund estão organizando a abertura do Hackathon, programada para a próxima segunda-feira, 26 de julho.

A transmissão completa da 3ª imersão de preparação para o Hackathon Aiba Lab, está disponível no canal da Aiba, no YouTube. Acesse e confira: https://www.youtube.com/aibaoficial

 

Ascom Aiba