22 de abril de 2021

Aiba e Abapa realizam visita técnica à Cooperativa Pindorama, em Alagoas

Os produtores Moisés Schmidt e Paulo Schmidt, vice-presidentes da Aiba e da Abapa, respectivamente, visitaram, nesta quinta-feira (22), a Cooperativa Pindorama, em Maceió, no estado de Alagoas. Os dirigentes das entidades agrícolas oestinas foram conhecer a experiência que vem sendo construída nos últimos 60 anos, que tornou a instituição alagoana uma referência no cooperativismo nordestino.

“Quem trabalha com agricultura tem que ter a mente aberta para novas possibilidades, para diversificar a matriz produtiva. É isso o que estamos fazendo aqui. Temos muito o que aprender com o exemplo da Pindorama, que tem um sistema complexo e eficiente, que produz no campo e agrega valor ao produto com a agroindústria”, afirmou Moisés.

A Cooperativa Pindorama investe, principalmente, na produção da cana-de-açúcar e da fruticultura – abacaxi, acerola, maracujá, coco e goiaba – em uma área de 30 mil hectares, entre os municípios de Penedo, Coruripe e Feliz Deserto. Com 1100 associados, vem abrindo espaço para a bovinocultura de leite e de corte, criando animais em pastos e disponibilizando rações ricas em nutrientes, provenientes do bagaço das frutas que são industrializadas.

“O lema dessa cooperativa, ‘Ninguém é forte sozinho’, lembra um pouco da história do oeste baiano, que cresceu devido à união dos produtores. Mas, aqui o modelo é bem particular. Com certeza levaremos uma série de vivências que serão importantes e podem ser aplicadas em nossa região”, disse Paulo Schmidt.

Uma das áreas que chamou mais a atenção dos visitantes foi o sistema em que funciona a agroindústria da Pindorama, que conta com unidades de produção de: sucos, de derivados do coco, refresco em pó, laticínios, molhos e balas mastigáveis. Um ciclo de aproveitamento de materiais envolve todas as unidades. A Cooperativa disponibiliza assistência técnica e fornece insumos, maquinários, veículos, sementes. Realiza compras coletivas de fertilizantes e defensivos, adquire matéria-prima dos cooperados, industrializa e comercializa os produtos.

O presidente da Pindorama, Klécio Santos, falou sobre a importância do intercâmbio de experiências para o desenvolvimento do setor agrícola. “Estivemos na Bahia, na cidade de Barra, esta semana, conhecendo o projeto sucroalcooleiro que está se instalando por lá. Hoje, estendemos nosso compartilhamento de informações e visão empresarial, com a visita dos irmãos Schmidt, aqui em Alagoas, o que nos deixa muito satisfeitos”, agradeceu.

Ascom Aiba