Reunião Câmara Setorial do Milho

Publicado em: 14/09/2018 18:06:01

O assessor de agronegócios da Aiba, Luiz Stahlke, participou da reunião na Câmara Setorial do Milho e Sorgo, do Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento (Mapa), em Brasília, na última quarta-feira (12), para discutir o “controle populacional de espécies exóticas invasoras e nocivas”. O assunto veio à pauta depois do registro frequente de ataques de alguns animais, a exemplo de javalis, às lavouras de milho em todo o País, com maior incidência nos estados de Mato Grosso do Sul, São Paulo e Rio Grande do Sul. Na Bahia também já houve ocorrência. Os ataques têm gerado prejuízos incalculáveis ao setor produtivo.

Em função disso, as entidades representativas do agronegócio junto com a Embrapa e Ibama pretendem elaborar e implementar um Plano Nacional de Prevenção, Controle e Monitoramento do Javali, conforme prevê a portaria interministerial (Agricultura e Meio ambiente) nº 232/17. A Câmara Setorial enviará apoio para que a legislação seja cumprida no estado de São Paulo, onde uma lei estadual está sobrepondo à federal.

Ainda na reunião, o presidente da Câmara, Sérgio Bortolozzo, defendeu a manutenção da pulverização aérea, que tem gerado algumas polêmicas. Para o próximo encontro, ainda sem data definido, a pauta será o uso do glifosato.

A Aiba é uma das entidades de classe que compõem a Câmara Setorial do Milho e Sorgo, com cadeira fixa na organização. A Associação é representada pelo produtor rural e conselheiro técnico Antônio Grespan, como titular; e pelo engenheiro agrônomo e assessor de agronegócios, Luiz Stahlke.

 

Ascom Aiba