Presidente da Aiba incentiva investimentos em pesquisas voltadas para o Agronegócio durante a Passarela da Soja e do Milho

Publicado em: 13/03/2019 11:44:56

À procura de absorver mais conhecimento sobre as novas tecnologias desenvolvidas para as culturas de soja e milho, a Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) participou, no último sábado (9), da 20ª edição da Passarela da Soja e do Milho, realizada pela Fundação Bahia e Embrapa, no Campo Experimental da Fundação, em Luís Eduardo Magalhães. O evento é palco para troca de experiências entre agricultores, agrônomos, estudantes e outros profissionais do segmento. O presidente da Aiba, Celestino Zanella, fez questão de participar, mesmo ainda estando em recuperação de um acidente, quando tentou socorrer tripulantes de uma aeronave que pegou fogo após a queda. Para ele, esta é uma das datas mais importantes do calendário agrícola da região, em nível de pesquisa.

“Temos aplicado pouco investimento direcionado para pesquisas, mas esse pouco está fazendo uma grande diferença. Há 30 anos os produtores rurais tinham dificuldade em suas lavouras com muita frequência e no ano passado nós tivemos a melhor safra de soja e a melhor safra de algodão de todos os tempos do Oeste da Bahia”, pontuou o presidente da Aiba, Celestino Zanella.

Com o tema ‘Pesquisa: A força do Agronegócio’, a programação foi subdividida em quatro estações, sendo elas: Qualidade e produtividade das cultivares comerciais; Novos desafios no manejo de pragas-alvo e não-alvo do milho Bt: lagartas e cigarrinha; Plantas de cobertura no sistema de produção de soja”; Tecnologias e produtos para o agronegócio safra 2019/2020.

O presidente da Aiba fez questão de passar por todas as ‘estações’, distribuindo exemplares da Revista Aiba Rural e da Cartilha de Regularização Ambiental de Propriedades Rurais, entre outras publicações produzidas pela Associação a fim de nortear o produtor rural. Entre as novidades apresentadas durante a Passarela, o destaque dessa 20ª edição foi a BRS 8980IPRO, a nova cultivar de soja lançada pela Fundação Bahia. De acordo com a presidente da Fundação Ba, Zirlene Zuttion a “nova variedade, além de ser produtiva, consegue tolerar mais de 20 dias de estiagem”.

A estudante do 8ª período de Agronomia da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Myrlla Barbosa, esteve na região exclusivamente para participar da Passarela. “Em nível de pesquisa é um dos melhores no qual já participei. É fantástico você conhecer as pesquisas e poder tirar as dúvidas quase que momentaneamente com os pesquisadores que trabalharam em seu desenvolvimento”, conta.

Durante o evento, a Aiba promoveu mais uma etapa do “adesivaço” para divulgação da Bahia Farm Show 2019.

 

Ascom Aiba