Aiba | Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia - Luís Eduardo Magalhães recebe a Aiba e Abapa itinerantes para sua terceira reunião da comunidade - Aiba | Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia

Luís Eduardo Magalhães recebe a Aiba e Abapa itinerantes para sua terceira reunião da comunidade

Publicado em: 13/08/2019 18:01:00

 

A Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) e a Associação Baiana de Produtores de Algodão (Abapa) retornaram à cidade de Luís Eduardo Magalhães com a tradicional reunião anual da comunidade, que aconteceu na noite desta quinta-feira (08), para discutir assuntos, partilhar opiniões e apresentar projetos para o produtor local. A localidade é a terceira a receber a visita das entidades nesta temporada 2019, e, além das questões rotineiras, a pauta incluiu outros temas relacionados ao agronegócio, como projetos direcionados ao meio ambiente (recuperação de nascentes, hortas nas escolas, descarte de resíduos sólidos) e programa fitossanitário (com o vazio sanitário da soja e o tratamento ecológico de impedimento de ferrugem).

Participaram como convidados o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (Crea) e a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba). A primeira entidade esclareceu alguns questionamentos levantados pelo setor agrícola, no que diz respeito à não fiscalização no período da safra (plantio e colheita), o distanciamento da empresa com o produtor, que sugeriu a elaboração de “cartilha explicativa”. A representante e coordenadora do Crea, Izabel de Paula, ressaltou a importância em aproximar e diminuir as dificuldades entre a entidade e o produtor. “Nós não fiscalizamos o período da safra, buscamos inovação nos produtos químicos e a possibilidade de implantar uma cartilha explicativa, que facilite o produtor a identificar seus direitos e deveres já está em processo de elaboração”, informou.

Já a Coelba, que tem participado desde a primeira edição das reuniões na temporada 2019, levou informações sobre prazos de projetos e dados relativos à segurança do trabalho na região Oeste, com alerta para os cuidados com manuseio adequado da energia elétrica no campo, desde sobrevoo de aviões agrícolas até o simples manuseio de maquinário. “A Coelba se faz presente em todas as reuniões da comunidade para educar e alertar o produtor, sanando também suas dúvidas com nossa empresa. É importante esse contato mais próximo, e o convite da Aiba é sempre muito bem-vindo. A qualidade de energia e seu aumento de carga é um trabalho que estamos desenvolvendo da maneira mais rápida possível. Por isso, um trabalho em conjunto com o produtor nos ajudando e pontuando suas questões sanará quaisquer problemas ocorridos na cidade. A Coelba está trocando também fios e instalando mais para-raios pela cidade.  Chegamos a cerca de 4 mil instalações, e a probabilidade é dobrar esse número até o próximo ano”, observou Rubens Barcelos, gestor da empresa.

A reunião foi conduzida pelo vice-presidente da Aiba, Odacil Ranzi, que ressaltou a importância do produtor participar ativamente com questionamentos para os assuntos apresentados durante o evento. “As associações (Aiba e Abapa) vêm atuando em diversos setores, desde a manutenção de uma simples estrada à construção de pontes, até grandes êxitos jurídicos no que diz respeito ao Funrural e ao Salário Educação. Sem falar na Operação Safra, conduzida pelo Capitão Weber, presente aqui e à disposição para esclarecer qualquer dúvida no que diz respeito à grande redução do índice de criminalidade e de violência, oferecendo mais tranquilidade aos produtores e a população em geral”, pontua.

Também participaram do encontro o presidente da Associação, Celestino Zanella; o prefeito de Luís Eduardo, Oziel Oliveira; e equipes técnicas da
Aiba e Abapa.

 Ascom Aiba